• +55 (19) 3701-3476

Aneel estima impacto tarifário médio de 21,04% para 2022.

Publicado em Wednesday, 17 de November de 2021
Aneel estima impacto tarifário médio de 21,04% para 2022.

Por: João Victor Bonora - Middle Office | Migratio Energia. 

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel divulgou por meio de memorando no dia 05/11 as considerações do Superintendente Adjunto de Gestão Tarifária, Claudio Elias Carvalho, sobre a previsão do impacto que medidas extraordinárias tomadas para garantir o suprimento energético do sistema durante a pior crise hídrica registrada no histórico de 91 anos.

A Superintendência de Gestão Tarifária – SGT aponta que os custos excepcionais de geração, dentro das melhores estimativas da Superintendência de Regulação dos Serviços da Geração – SRG, com base em dados do ONS e da CCEE, apontam para um déficit de custo acumulado até abril de 2022, da ordem de R$ 13 bilhões, já descontada a previsão de arrecadação da receita da bandeira tarifária patamar escassez hídrica no período. Esse déficit de custo frente à cobertura tarifária pelas distribuidoras implica em um impacto tarifário médio de aproximadamente 6,37%.

A respeito dos novos contratos na modalidade por Disponibilidade do Procedimento Competitivo Simplificado – PCS nº 1/2021, a SGT estimou para 2022 uma necessidade de cobertura tarifária de cerca de R$ 9 bilhões, o que equivale a um impacto tarifário médio de 4,49%. Esse valor permanecerá na tarifa até o final do período de suprimento dos contratos de geração do PCS. Cabe salientar que essa estimativa contempla apenas a cobertura econômica, pois, a depender do nível de despacho dessas usinas e do PLD, podem ocorrer custos com a aquisição de combustível que serão percebidos pelas Bandeiras Tarifárias e/ou pela CVA de cada distribuidora, sendo as diferenças repassadas às tarifas.

Nesse contexto, estimam que o conjunto de medidas, incluindo também Redução Voluntária da Demanda – RVD e importação de energia do Uruguai e Argentina, apontam um impacto médio da ordem de 21,04%.

O governo federal está estruturando um novo empréstimo de até R$ 15 bilhões para as distribuidoras de energia, com o intuito de evitar altas revisões tarifárias em 2022, ano de eleição presidencial, e aliviar aos consumidores o alto custo térmico de 2021 em decorrência da crise hídrica. 

 

Pesquisar

Veja Também
  1. Informativo Semanal 119.
    Thursday, 13 de January de 2022
  2. ABGD espera aumento em torno de 100% na capacidade instalada de Geração Distribuída em 2022.
    Thursday, 13 de January de 2022
  3. IPCA fecha 2021 com alta de 10,06%.
    Wednesday, 12 de January de 2022
  4. Informativo Semanal 118.
    Tuesday, 28 de December de 2021
  5. Informativo Semanal 117.
    Thursday, 23 de December de 2021
  6. Marco legal da Geração Distribuída caminha para sanção presidencial.
    Wednesday, 22 de December de 2021
  7. Informativo Semanal 115.
    Wednesday, 22 de December de 2021
  8. Aneel abre consulta pública para orçamento de R$ 30,7 bilhões da CDE para 2022.
    Wednesday, 15 de December de 2021
  9. Aneel define valor para o PLD em 2022.
    Wednesday, 15 de December de 2021

CONTATOS

  • Icone 01
    Rua Senador Vergueiro, 995 I CJ 23 a 26
    2° andar, Centro - Limeira - SP
    CEP: 13480-001
  • Icone 02
    Atendimento
    Segunda à Sexta das 8h às 18h
  • Icone 03
    migratio.front@migratio.com.br
    +55 19 3701.3476
Fale com nossa equipe
Quero conhecer as soluções da Migratio
Fale com nossa equipe
Quero conhecer os produtos